Do Huambo para o mundo

    • Novo

      V.P. às 00.50 de 23 Set.

      Alô Eliseu

      [b] Vinha encerrar o computador, e ainda apanhei a tua mensagem ! Afinal conhecemos o mesmo material ! Mas do nosso exército actual nada sei !!![/b]
      Voltarei mais logo, depois da citada reunião com os meus velhos amigos e ex operários.
      Um bom fim de semana, Manecas
      - Laripó, ou mungué, amigos meus !!!
    • Novo

      Amigos deste nosso recanto.
      Ontem coloquei que havia se iniciado a primavera..... mentira! O dia certo é hoje....
      Agora dei nessa de errar duas datas seguidas: do aniversário do Lino, e do início da primavera para nós, e do outono para vós!
      Hoje foi dia fechado, com muita neblina, quase chuva. Aliás, essa está prometida para todo o final de semana!
      Pelo menos a temperatura baixou.
      Esse final de semana promete ser tranquilo, sem visitas e ou reuniões!

      Manecas,
      esse canhão/obuseiro/peça de artilharia de 75 mm temo-la no Museu Mallet, no meu antigo quartel.
      Lembro de tê-la vista em exposição. Já este atrelado de transporte de munição lá também existe, contudo está na posição de transporte, com as "portas" fechadas. Lá também está exposta a carroça cozinha, que o Necas citou, inclusive existe uma, no Grupo de Artilharia de Uruguaiana, que ainda funciona. Esta vi desfilando, nos anos em que participei/assisti à Festa Nacional da Artilharia, atrelada a belos e enormes cavalos ingleses(seria percheron?...). Creio que ela inclusive consta do DVD que recebestes.
      Solução interessante que o vosso exército encontrou para deslocar a artilharia nos novos rebocadores.....
      Também eu gosto de cozinhar e comer o que preparei!!!!

      Manuela,
      já é uma boa parte não acrescentar químicos na fermentação.
      E realmente, espero poder degustar desse fermentado!

      Desejo à todos um bom final de semana!


      '
      Abraços fraternais! Eliseu
    • Novo

      Alô Eliseu !
      Na anterior mensagem, a última foto ficou em tamanho mini, não a consegui pôr maior. Deve ser por ultrapassar a dimensão da mensagem.
      Aqui vai ela, bem como uma outra dos arreios, e ainda a do porta munições, que não me recordo de ver em N.L.
      - Laripó, ou mungué, amigos meus !!!
    • Novo

      V.P. às 21.25 de 22 Set.


      Caros Amigos, Boa Noite !!


      Tudo vai correndo numa "alegria" !! Campanhas eleitorais para as autarquias, a maioria são tudo caras conhecidas, com processos em curso, por roubalheira, corrupção, mas nada melhor para esquecer tudo isso, como grandes almoçaradas, comícios com música (???) e muitas "mininas boazonas" aos pulos !! O Zé Pagode, comendo e bebendo de borla, fica contente. E como durante a era revolucionária se dizia que, O Povo é quem mais ordena, estará tudo certo !!! Para quem não goste de politica, ou mesmo gostando, mais importante é o futebol, os futebolistas, os milhões da suas vendas e alugueres, as excentricidades dos craques, etc. etc !!


      Alô Manuela !
      É verdade, o meu mundo de criança, sempre foram os quartéis por onde o meu pai serviu e onde quase sempre morávamos . Por isso quando aos 18 anos fui alistado, ao contrário dos outros rapazes, não ia entrar num Mundo Novo, mas com o à vontade de quem entra em casa familiar !! E assim foi, ano após ano, por terras e continentes diferentes, até sair aos ... 26 ! Mas apesar de tudo, ainda hoje tenho saudades desses anos, que tanto me marcaram, no bom e mau sentido.
      Gosto de duas coisas em simultâneo, cozinhar e ... comer o que faço !!!! Daí estar sempre a aprimorar-me ! Àmanhã sábado, irei com Tª, a mais um encontro e almoço de confraternização, com grande parte do pessoal fabril, que durante muitos anos trabalhou directamente comigo. E é-me, profundamente reconfortante, ver e sentir, a amizade e carinho que continuam a dispensar-me.


      Alô Eliseu !!
      Que "responsabilidade" ter a cargo a churrasqueira para satisfazer toda aquela "clientela" feminina ! Mas o teu "quase substituto", pelo menos na fotografia, não mostra a menor intimidação com a tarefa que lhe delegaste ! Ou será, que o ânimo mostrado ,se deveu ao que tem em mão ???? Mas com o ferramental que lhe puseste à discrição, não teve hipótese de errar. Os meus parabens à equipa.


      Por cá não usamos o termo "obuseiro", conquanto seja o correcto e adquado. Tanto ao projéctil, como à arma chamamos, ou chamávamos "Obus". Porém, há o termo de "Peça de Artilharia". No caso referido pelo Necas, recordo o meu pai dizer-me, que aquilo que inicialmente, eu chamava de canhão, era uma "Peça de Artilharia ligeira" . Do tempo da 1ª guerra mundial, 1914/18, fôra na sua classe, a peça com a cadência de tiro mais rápida, de todos os exércitos em confronto. O projéctil era como o de uma espingarda, invólucro/cápsula contendo uma carga explosiva para a propulsão, da granada (bala). Esta é que tinha escolha, deflagrante, incendiária, de fumos.
      O fabrico era francês, salvo erro marca "Scheneyder", ou parecido, e o seu calibre era de 7,5 cm. Daí ser chamada de "Sete e meio francês".
      Ela e o respectivo carro de munição, eram por três parelhas de cavalos, ou mulas. As de Nova Lisboa já não usavam a locomoção hipo, mas graças a uma simples carreta com duas rodas de camião, eram rebocadas por camião, ou tractor tipo agricola.

      Eis a Peça referida - Museu Militar Hipo, no forte de Elvas:

      [b] E a "complexidade" dos arreios das três parelhas:[/b]



      [b]As de Nova Lisboa era assim:[/b]

      Imagens
      • 34 - Idem.jpg

        150.85 kB, 640×402, visualizada 1 vezes
      - Laripó, ou mungué, amigos meus !!!
    • Novo

      Olá amigos mazungueiros!
      Adoro ler os relatos do pequeno Necas!! ali dentro era um mundo para o rapaz!! era bastante curioso! e isso é bom !
      Manecas os teus pratos sempre apetitosos!
      Decerto que irá sair um bom vinho!!! logo mais o dirás!
      Eliseu sobre o tratamento das uvas não sei pois comprámos a um agricultor mas aqui no lagar posso garantir que não leva quimicos!
      esperamos que o possas provar! depende da tua data?!
      Bela festança com toda a malta assim é bom conviver com todas as idades!
      A todos um dia e noite cheio de tranquilidade!